Os desafios do novo secretário de agricultura de Pernambuco

Enfrentar os problemas gerados pela maior seca dos últimos cinqüenta anos é o principal desafio do novo secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Aldo Santos. Há dois dias no cargo, o novo secretário tem como grande desafio recuperar a agricultura pernambucana devastada pela estiagem.

 

 

Aldo Santos diz que vai defender a criação de leis que assegurem a implantação de políticas públicas para o meio rural. Ele assegura que os efeitos das grandes estiagens só poderão ser minimizados com um trabalho que desenvolva a prática de medidas preventivas que ajudem o homem do campo a conviver com o clima semiárido.

 

 

Para isso, algumas dessas leis já estão sendo elaboradas pela Secretaria, entre elas, está a de assistência técnica e extensão rural, visando prioritariamente a disseminação de tecnologias de convivência com o semiárido, além de lei para estimular a agroindústria de pequeno porte.

De acordo com Aldo será elaborado ainda, um plano de mapeamento das propriedades rurais pernambucanas, inicialmente chamado de Atlas de Convivência com o Semiárido, que vai permitir racionalizar  o aporte de recursos financeiros, assegurar o cumprimento de metas a partir das demandas reais dos municípios.

 

 

O novo secretário, tem perfil  bem voltado para o campo. José Aldo dos Santos é natural da cidade de Altinho, no Agreste pernambucano. Formado em Agronomia e mestre em Administração Rural pela UFRPE, coordenou o Centro de Desenvolvimento Agroecologico Sabiá e foi membro da coordenação estadual da ASA-PE, da coordenação executiva da ASA-Brasil e da coordenação nacional da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA). Faz parte do Comitê Integrado de Combate à Estiagem. É o atual presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pernambuco (CDRMS). Ingressou na atual gestão em janeiro de 2011, quando assumiu a Secretaria-Executiva da Agricultura Familiar. Em junho de 2012, acumulou a gerência-geral do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável de Pernambuco (Prorural).

 

 

http://www.nordesterural.com.br/nordesterural/matLer.asp?newsId=10293

Um comentário - “Os desafios do novo secretário de agricultura de Pernambuco

  1. Tomara que o novo secretario seja de fato sensível a cultura da cana de açúcar. poderia ele ajudar o futuro comprador da usina Catende, o ajudando com uma politica diferenciada para situação atual em que se encontra da região de Catende. Pois seguramente tem-se 30 mil hectares desocupados prontos para serem plantados e produzirem 1,2 milhões de toneladas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


9 + = 11

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>